16 de out de 2011

E-commerce deve faturar mais de R$ 19 milhões este ano



    As compras pela internet passam a ter suma importância na vida do consumidor moderno e crescem a cada ano que se segue. 
   O E-bit lança mais uma estimativa de números para este ano no E-commerce, a mais pessimista é que fature algo em torno de R$ 19 bilhões em 2011. Esses dados foram apresentados durante um evento promovido pela Fecomercio, em São Paulo, onde o E-bit mencionou que os líderes de vendas na internet são os eletrodomésticos, seguido pelas áreas da informática, saúde, beleza, medicamentos, livros, assinaturas de revistas e eletrônicos.
   Segundo Arnaldo Korn, diretor presidente do portal Pagamento Já, "A loja que não se foca na vida virtual perde autenticidade, identidade e muitas vezes credibilidade, perante a pessoa que procura na web e não encontra resultados. É fácil desconfiarem de uma empresa sem endereço online, pois antes de fechar qualquer negócio se tornou praxe a consulta na internet. Hoje o e-commerce virou símbolo de modernidade, um negócio que visa sempre o futuro e não se mantém parado. É sinônimo de empresa que busca desenvolvimento e investimentos", afirma Korn.
   O Brasil é o 5º maior país com número de usuários navegando na web, cerca de 81 milhões. Somente este ano, 4 milhões de internautas consumidores fizeram sua primeira compra pela internet, sendo 2,4 milhões da classe C. Na maioria das vezes, os produtos são mais baratos, com a mesma qualidade da loja física e ainda conta com a comodidade de não sair de casa. É necessário que o empresário entre no jogo do e-commerce para não perder o cliente que o está buscando. É inaceitável, dando um pequeno exemplo, o consumidor ter que procurar o campo de busca do site, pois ela deve estar em ótima localização e em destaque. 
  Mais uma vez os números deixam claro que o e-commerce é a uma ótima opção de vendas. E você está preparado para o Natal? #VamosJuntos
Fonte: O Liberal Digital

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui a sua opinião.

Conto sempre com a sua visita e participação.

Lucilene de Sá