11 de dez de 2012

O Natal esta chegando....




O Natal esta chegando, aproveite esse período para alavancar as vendas.
Confira algumas dicas para aproveitar o máximo esse clima natalino:
Explore o interesse das pessoas pelo Natal.
Faça promoções pontuais com este tema;
Segmente sua base de clientes, evite ao máximo enviar e-mail para todos, isso pode gerar muito opt-out da sua base; Ofertas por perfil podem fazer sua empresa se destacar na multidão;
Sugestões de compras de última hora com fretes rápidos e preços bacanas vão ser o foco das ofertas na semana de 17/12.
Ofereça serviços digitais e vales-compras como formas de presentear alguém com estilo e rapidez.
Deixe claro as políticas de trocas e devoluções, isso trará credibilidade a sua loja;
Siga essas dicas e ótimas vendas. #VamosJuntos

8 de nov de 2012

Troca de produtos e Entrega são as maiores insatisfações dos e-consumidores


Comprar sem sair de casa, diversidade de mercadorias e a pesquisa de preços com apenas alguns cliques fizeram com que o mundo online se transformasse em um importante canal de vendas. Porém, toda essa comodidade pode se transformar em prejuízo, já que nem sempre o produto que chega em casa é exatamente o que aparece na tela do computador.
Segundo pesquisa divulgada pelo Instituto Brasileiro de Defesa do Consumidor (IDEC), 52,4% dos consumidores já precisaram pedir a troca de mercadorias compradas pela internet, seja porque o produto foi entregue com defeito ou porque ele simplesmente não cumpria o que prometia.
Ainda de acordo com o IDEC, na internet o cliente tem o direito de trocar o produto em até sete dias, a partir da data da entrega. No caso de devolução do dinheiro, embora o Código de Defesa do Consumidor não estabeleça prazo-limite para o reembolso, estipula-se que seja feito em até 30 dias.

Um levantamento feito nos últimos sete dias no Twitter analisou comentários negativos de consumidores sobre famosas lojas de departamento como Casas Bahia, Ponto Frio e Magazine Luiza. Resultado: 34% das menções anunciavam demora e/ou perda de prazo de entrega e 15% ficaram por conta das dificuldades na troca de produtos
. Outros tipos de reclamações, como envios constantes de publicidade, panes nos sites no ato da compra e eventuais aborrecimentos com atendimento, também foram registradas com constância durante a pesquisa.
De acordo com o mesmo levantamento, alguma das razões que explicam o grande número de consumidores que tentam, mas não conseguem fazer a troca de um produto comprado pela web são: falha no atendimento telefônico, não responder aos e-mails ou manter a fila do chat online congestionada.
Com essa quantidade de obstáculos para buscar seus direitos, a maneira que os consumidores encontraram para serem ouvidos foi usar as redes sociais.
O Índice Nacional de Satisfação do Consumidor, desenvolvido pela ESPM, e que mede a satisfação do consumidor justamente por meio de publicações espontâneas feitas na internet, apontou que no mês de setembro as queixas pelos serviços prestados por lojas de departamento chegaram a 64% de todo o conteúdo publicado por usuários da internet em redes sociais sobre esse setor.
Esses problemas estão se tornando tão frequentes que, em março deste ano, o PROCON de São Paulo determinou a suspensão das atividades de comércio por meio da internet dos sites Americanas.com, Submarino e Shoptime pelo período de 72 horas por conta das falhas na entrega de produtos e defeitos nos itens adquiridos pelos consumidores, além de uma multa de quase dois milhões de Reais aplicada para a detentora das marcas.
Apesar da facilidade para comprar produtos, é preciso tomar uma série de cuidados antes de efetuar qualquer pagamento online. Dessa maneira, as chances dos tão sonhados objetos se transformar em frustrações serão cada vez menores, assim como o número de orações, novena e promessas feita pelos consumidores. 

Fonte: Blog 2m30

24 de ago de 2012

Ex-executivos de UOL e Virid lançam empresa para mudar o e-commerce

O comércio eletrônico no Brasil está em vasta expansão, muitos empresários estão iniciando nesse mundo maravilhoso. Com este cenário os empresários Vinicius Pessin, ex-diretor geral do UOL Host, e Walter Sabini Junior, fundador da VIRID, que hoje pertence a Experian, fundaram a e-smart.
A e-smart, promete trazer mudanças no provimento de soluções para o e-commerce. A Plataforma e-smart atenderá as empresas que desejam atuar no comércio eletrônico independente do seu tamanho. O serviço engloba desde o desenho de uma oferta atraente até a experiência do usuário com um claro plano operacional, técnico e financeiro.
     Mesmo antes do seu lançamento os acionistas da e-smart já negociavam aquisições de empresas estratégicas para as pretensões da Companhia. A primeira aquisição concluída é da VirtualBiz, que atende mais de 50 Lojas Virtuais, entre elas Hering, Nutriworld e Arena.
    “A e-smart quer estar ao lado dos clientes em cada passo do seu desenvolvimento no e-commerce. Por isso, vamos investir constantemente em inovação e visionar formas diferenciadas de vender pela Internet”, explica Sabini.
      Com uma poderosa ferramenta de e-commerce, a empresa pretende incluir as PMEs no varejo online. O serviço destinado às iniciantes no e-commerce estará disponível em 45 dias. A plataforma Online, como é chamada, foi testada por um grupo de 20 pequenas empresas que não possuíam em seus quadros pessoas com conhecimento em informática. Com poucos passos, os Beta testers montaram e publicaram suas lojas sem maiores entraves.
       “Não há nada parecido com esse serviço no Brasil. Reunimos em uma única ferramenta as melhores experiências de usabilidade, intuitividade e design”, complementa Pessin.
        A e-smart surge com uma equipe de 20 profissionais oriundos das mais renomadas empresas do setor. A previsão é finalizar 2013 com 200 clientes e faturamento de mais de R$ 20 milhões.
        Vamos Juntos aproveitar mais esta oportunidade.




19 de ago de 2012

I love e-commerce agrega lojas virtuais

     Um novo modelo de negócios, que promete ser a onda da internet e das compras online, foi inaugurado este mês. 
   O I Love e-commerce (http://iloveecommerce.com.br/), idealizado pelas empresárias Mariana Villela Ribeiro e Bárbara Jalles Guimarães, é um agregador de lojas virtuais com foco em um público feminino exigente, que reúne marcas de diversos segmentos em uma plataforma dinâmica e completa, porém com apelo mais intimista e um trabalho de curadoria minucioso em cima de cada produto indicado. Amantes do mercado online, a ideia das sócias foi a de criar uma plataforma na web na qual pudessem reunir apenas lojas virtuais bacanas – não necessariamente caras – e de serviço impecável. 
  O I Love e-commerce traz de forma descomplicada o que há de mais interessante à venda na internet - de roupas, acessórios e cosméticos a objetos de decoração, presentes, livros, filmes e uma variedade de outros itens. Um dos maiores diferenciais fica por conta dos comentários bem específicos que aparecem em alguns pop-ups de informações atrelados a cada produto, a fim de ajudarem a internauta no momento da compra. O foco é fornecer informação relevante com a possibilidade de adquirir o produto ali mesmo, com um clique. 
   Inteligente, rápida e prática, a navegação no site também é um plus para as internautas preguiçosas. No I Love e-commerce os produtos ficam dispostos horizontalmente e são carregados à medida que a usuária desliza a barra de rolagem, o que evita ter que carregar várias páginas para visualizar uma infinidade de itens. As ferramentas de busca são fáceis e precisas e cada seção conta com filtros que podem ser personalizados, nos quais a internauta pode escolher quais marcas/lojas gostaria de visualizar ao mesmo tempo.  
   Como uma revista eletrônica com conteúdo editorial relevante e uma linguagem atraente, o I Love e-commerce tem o intuito de elevar a ato da compra on-line a um novo patamar, no qual, assim como em um ambiente off-line, atmosfera, curadoria, diversão e praticidade também são pré-requisitos. “A maioria dos ambientes de venda on-line é pautada apenas em uma marca ou em um mix de itens, deixando de lado a importância da experiência”, resume a sócia Mariana.





Fonte: http://www.panoramabrasil.com.br/i-love-ecommerce-agrega-lojas-virtuais-em-um-so-espaco-id92801.html

22 de jun de 2012

Dia dos Namorados 2012, como foram suas vendas?



Bom  dia, estou curiosa para saber como foi o seu faturamento este ano no Dia dos Namorados?
No meu último post sobre este assunto eu demonstrei algumas "peças" que os grandes players estavam fazendo. Quais foram suas estratégias de marketing?

Segundo o e-bit, o e-commerce brasileiro faturou 15%  a mais que o ano passado nessa data. Chegando a marca de R$ 784,5 milhões de reais.

Essa também foi a sua realidade? Conte-me o que ocorreu com você e vamos trocando figurinhas para as novas Datas Comemorativas que estão por vir. #VamosJuntos.

18 de jun de 2012

Novidade: Marcação de consultas médicas pela internet.

      Como sabemos nós brasileiros somos muito criativos, então criamos mais um tipo de negócio via internet no Brasil, a marcação de consultas pela internet.
    Desde o início do ano, foram lançados em São Paulo quatro sites que permitem agendar on-line uma visita ao médico.
    As páginas são inspiradas na americana ZocDoc, lançada em 2007 e que atrai cerca de 1,2 milhão de usuários por mês, segundo o serviço. 
   No site, o paciente escolhe o convênio (ou consulta particular), a especialidade e a região. A página gera uma lista de médicos com os dias e os horários disponíveis. O agendamento é confirmado por e-mail.
    O novo serviço traz beneficios para os pacientes e para os médicos. Para o paciente, a maior vantagem é não ter de ligar para vários consultórios até achar a data mais apropriada. O serviço ainda envia um SMS para lembrar o paciente da consulta quando o dia se aproxima. Já para os médicos, a vantagem é preencher seus horários livres de forma mais simples e acessar a agenda de qualquer lugar.
   Claro que estes serviços tem custos para os médicos, estes variam entre R$100 e R$ 250 por mês.




Fonte:http://www1.folha.uol.com.br/equilibrioesaude/1106191-sites-lancam-servico-de-marcacao-de-consultas-medicas.shtml

15 de jun de 2012

Orgulho: MegaMamute eleita melhor loja de informatica


  logo_pequeno

   É com imenso orgulho e prazer que escrevo essa noticia nesse blog, pois tive o privilégio de participar do inicio das operações da empresa.

  Na última terça-feira, 12 de junho, o site MegaMamute foi premiado pelo segundo ano consecutivo como a Melhor Loja de Informática no Prêmio Excelência em Qualidade Comércio Eletrônico B2C, do site e-bit.
  Anualmente o site e-bit entrega este prêmio para as melhores lojas do e-commerce brasileiro segundo avaliação popular.

http://megamamute.tempsite.ws/wp-content/uploads/2012/06/blog_vencedor.jpg

  Parabéns a toda equipe do MegaMamute, bem como para a idealizadora do projeto, uma excelente pessoa. #VamosJuntos


Fonte:http://megamamute.tempsite.ws/2012/06/14/megamamute-e-eleita-pelo-segundo-ano-consecutivo-como-a-melhor-loja-de-informatica-do-pais/

12 de jun de 2012

Descrição do Produto - como esta a sua?




       Sétima Dica para montar um E-commerce

A minha sétima dica é como tratar as informações de produto dentro da sua loja virtual. Esse ponto é muito importante, pois é preciso lembrar que na loja virtual não existe um vendedor para tirar as dúvidas dos seus clientes, lembram?! :D
Outro motivo para esse ponto ser tão importante é o fato da descrição do produto auxiliarem nas estratégias nos sites de buscadores e principalmente no SEO da sua loja.
Por isto capriche nas informações desses produtos, separe um período do seu tempo junto com seu funcionário responsável por este processo e avalie todos os dados importantes sobre o produto.

Segue algumas ações que podem te ajudar neste processo:
  • Pesquise seus concorrentes para descobrir como ele “trata” esse produto;
  • Pesquise nas redes sociais as principais dúvidas de seus clientes sobre esse produto e procure responde-las de maneira criativa a essas dúvidas;
  • Mostre para os consumidores as formas de utilizar este produto no dia-a-dia e principalmente os benefícios que o produto pode oferecer;
  • Não copie a descrição do fornecedor e pior ainda do seu concorrente. Lembre-se utilize as descrições que mais se encaixam ao perfil do seu cliente com criatividade. Para as informações mais “chatas”, as especificações técnica, divulgue o site do fabricante;
  • Mas, por favor, não se esqueçam das maravilhosas PALAVRAS-CHAVE, pois elas te auxiliarão no momento do melhor posicionamento nos buscadores amados, rsrs;
Outro ponto importante na descrição do produto são as imagens, ou você acha o porquê que os grandes players investem tanto nessa ferramenta?!
Quanto mais detalhes as imagens apresentarem, maior será a probabilidade de conversão do produto. Procure uma plataforma que permita cadastrar o maior número de imagens possível, ou que possibilite que você hospede as fotos em servidores externos e cadastre os endereços.
Enfim, acho que deu para perceber o quanto a descrição dos produtos é importante para a sua loja. Capriche nesse tópico e #VamosJuntos vender muito. :D
E ai como estão as suas descrições de produto? Me contem. Abraços.


5 de jun de 2012

Análise de Concorrência



Sexta dica para montar um E-commerce

Bem, esse ponto deveria estar no seu plano de negócio, aquele que eu já comentei aqui na minha primeira dica para montar um e-commerce. Mas resolvi dar uma pincelada neste assunto, pois vejo que alguns profissionais esqueceram-se deste importante ponto.
A análise da concorrência nada mais é do que a análise do posicionamento dos concorrentes na Internet, esta análise te ajudará saber o que cada um está fazendo na web e principalmente qual é a força desse concorrente.

Nesta análise você saberá:
  • Qual a posição de cada um nas buscas do Google;
  • Quais os recursos tecnológicos que a concorrência esta oferecendo – navegue bastante nos sites dos concorrentes, faça uma lista com os principais recursos que te chamaram a atenção;
  • Qual a qualidade/usabilidade do site – avalie a experiência de navegação do site, se o site carrega as imagens e informações de maneira rápida, verifique se as informações de produtos e serviços ficam claras durante a sua navegação;
  • Quais as ações de marketing seus concorrentes estão utilizando na rede – durante sua busca no Google verifique se ele trabalha com links patrocinados, não se esqueça de verificar nas redes sociais se ele tem algum perfil, caso positivo, veja como ele interage com o público.
Lembre-se que essa análise tem que ser feita sempre com olhos de consumidor, para não prejudicar todo o trabalho.
Todas as informações que você “colher” será útil para você responder: Quem de meus concorrentes estão mais visíveis e mais relevantes para o meu público-alvo?
E principalmente essas informações te darão um “norte” de onde investir seus primeiros esforços tanto financeiros como de pessoal. Afinal você precisa primeiro se colocar a frente de seus concorrentes para depois investir para se manter neste lugar.
Agora que você relembrou da necessidade de fazer uma analise da concorrência, inicie agora a sua análise e #VamosJuntos colher os frutos de um bom e-commerce.
Depois me conte um pouco como foi esse processo pra você, gosto de saber :D