25 de jul de 2017

Qual é o perfil do profissional de E-commerce?


Bom dia galerinha do e-commerce, tudo bem?!

Nessa crise que estamos vivendo ultimamente, desempregos em níveis altíssimos, me surgiu algumas duvidas sobre o perfil do profissional de E-commerce, então fui atras de algumas informações e encontrei  os videos abaixo que na minha opinião auxilia entender e exemplificar este ponto.





Resumo:
  • Como qualquer outro profissional, o de e-commerce tem que estar atualizado, sempre lendo e estudando sobre o mercado e novas ferramentas;
  • Não deve ter formulas prontas para resolver os problemas;
  • Saber trabalhar em equipe;
  • Não é somente copilar dados e montar relatórios, tem que saber analisar e achar saídas rentáveis;
  • O profissional eh muito mais o que ele entrega do que esta escrito no papel que ele entrega.
Fonte: Escola de Marketing Digital


Você pode se interessar também por:

Comércio eletrônico não encontra profissionais qualificados

3 de jul de 2017

Modelo AIDA


Bom dia galerinha do E-commerce, tudo bem?!

Você conhece o AIDA?!

AIDA é uma ferramenta de comunicação que ajuda a conduzi-lo, como um guia pelo funil de vendas. O conceito é bastante importante para quem trabalha com marketing digital, já que o design da página deve levar em conta cada um dos passos.

ATENÇÃO – É necessário chamar atenção do possível Lead, isso é feito em forma de anúncios nas redes sociais, ou botões atrativos no seu site, títulos criativos, fotos e ilustrações. Mas tome cuidado com o uso de cores, tamanho e posição dos elementos da página. Deixe as cores fortes e contrastantes e a posição de destaque somente para aquilo que realmente for importante que o usuário perceba. Ter um site rápido também faz diferença.

INTERESSE – Agora seu prospect te deu atenção e clicou no seu anúncio, aí começa um novo desafio, como manter a atenção desse individuo? Criando um material de apoio à dificuldade da empresa dele, junto a isso um mostrando como o seu produto pode facilitar a vida. Informações em destaque, como títulos e subtítulos ou os textos de banners, devem mostrar para o visitante que sua empresa tem algo que ele procura, que vale a pena.

DESEJO – Como o processo de compras é um processo evolutivo, acompanhe o interesse do Lead, aumentando sempre a qualidade dos materiais disponibilizados a ele, despertando nele o desejo de adquirir o seu produto para que o dele seja mais vendido. Aqui as informações são analisadas em mais detalhes e o visitante observa se a oferta e sua empresa de fato são capazes de atender às necessidades dele, se é uma opção válida e confiável.

AÇÃO – ganhar a confiança do cliente e fazer com que ele realmente finalize a compra. Existem vários “incentivos” que você pode dar ao usuário para fazê-lo acreditar que é possível realizar aquele desejo de ter o item dos sonhos. Formas de pagamento oferecidas, plataforma do site e fatores externos, relacionados à economia e até mesmo à concorrência.

O objetivo de toda e qualquer empresa é chegar na última etapa, a ação. Intenção de compra é bom, mas não paga as contas da empresa.

Além dos quatro estágios Atenção, Interesse, Desejo e Ação , também é fundamental pensar na satisfação, com uma logística e atendimento cativantes no pós-venda, para fidelizar esse cliente. #vamosjuntos.