17 de abr de 2017

E-mail Marketing - como construir uma base


Bom dia galerinha do digital, tudo bem por ai?!

Estou com uma dúvida, alguém sabe responder qual é o ativo do seu e-commerce mais valioso?! 
Se você respondeu a minha base de clientes, parabéns você acertou em cheio. O mais valioso é a sua base, então cuide dela com muito carinho.

Crie uma base de clientes - não compre a base - eu sei é tentador quando você recebe de uma empresa qualquer a propaganda de venda de leads para a sua empresa, mas não caia nessa.  Nas bases compradas você não conhece o cliente e ele não conhece sua empresa assim a possibilidade de você mandar produtos que não interessam pra ele é enorme e a probabilidade deste cliente te denunciar para spam é maior ainda. Isso acaba prejudicando muito a sua reputação com os provedores.


Então qual a melhor forma então de criar uma base?

Se você já tem uma empresa atuando, seja ela física ou online, sua vida fica mais fácil. Basta você utilizar os cadastros dos clientes que fizeram compras com você, lá provavelmente você já tem o e-mail dele. Caso negativo, terá que fazer uma campanha para captação destes e-mails.

Coloque lightbox ou pop up no site pedindo o e-mail e nome do cliente. Neste você pode além de pedir o e-mail, você pode perguntar algumas informações do cliente para poder criar listas de disparos segmentadas. 

Segue alguns exemplos que me agradam.




De posse destas informações, agora você precisa de uma ferramenta de disparo boa, na qual você consiga fazer segmentações. No mercado atualmente existe várias opções para todos os bolsos.

Trabalhe sua base de cliente com muito carinho, evite fazer disparos em massa (para a base toda) de uma só vez. Segmente, veja o interesse em comum e crie peças para cada tipo. Claro que assim você terá mais trabalho, mas tenho certeza que também terá mais resultados. #vamosjuntos

Você também pode se interessar por:

Dicas de Ações de E-mail Marketing

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui a sua opinião.

Conto sempre com a sua visita e participação.

Lucilene de Sá