31 de mai de 2011

Procon fiscaliza sites de Compras Coletivas

Já não era sem tempo do Procon iniciar as fiscalizações nos sites de compras coletivas, pois a cada semana e até mesmo a cada dia, ouvimos falar de um lançamento de mais uma loja de Compra Coletiva no Brasil.

A questão de Compra Coletiva virou febre no Brasil nos últimos tempos, mas nós consumidores temos que tomar cuidado, pois a maioria dessas lojas não é séria e/ou idôneas como comprovam alguns fatos que estão vindos à tona na mídia ultimamente. Na semana passada o Procon de Campo Grande no Mato Grosso do Sul, começou a fiscalizar os diversos sites de descontos que atuam na cidade devido a diversas reclamações recebidas.

Mas existe um projeto de lei que esta tramitando no Congresso que pretende regulamentar a modalidade de acordo com as normas do e-commerce com o propósito de representar uma garantia aos consumidores dessas lojas.

“Pelo atual texto, os portais ficam obrigados a ter uma central de atendimento alinhada com as normas do call center, dar publicidade ao número mínimo de compradores necessários para ativar uma oferta. Quando esse volume de usuários não for atingido, o período máximo para devolução dos valores pagos deve ser de 72 horas. No caso de ser estrangeira, a empresa deve ter filial ou escritório em território nacional, com informações sobre a sede visível aos internautas nos portais.”


Veja a lista com os 10 sites de compras coletivas do Brasil divulgado pelo site Bolsa de Ofertas possui baseado nos dados do site Alexa.
  1. Groupon
  2. Peixe Urbano
  3. Qpechincha
  4. ClickOn
  5. Imperdível
  6. Oferta Única
  7. Clube do Desconto
  8. OfertaX
  9. Desejo Mania
  10. City Best

Vamos ver se conseguem regulamentar este setor para que o consumidor consiga ganhar cada vez mais com essas promoções. #VamosJuntos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui a sua opinião.

Conto sempre com a sua visita e participação.

Lucilene de Sá