15 de jun de 2011

Desmistificando as Plataformas de E-commerce


Terceira dica para montar um E-commerce.

Existem vários modelos de negócio de plataforma, mas os cinco principais são SaaS (Software como Serviço), Instalação com Licença de Uso, Aquisição de Licença de Uso, Aquisição de Código Fonte e Open Source.

Existem algumas vantagens e desvantagens destes tipos de negócios, alguns deles são iguais para a maioria dos negócios, como:

  • Compartilhamento de funcionalidades;
  • Upgrade de funcionalidades inclusas na mensalidade;
  • Custos variados de instalação;
  • Mensalidade baseada em tráfego;
  • Infra-estrutura de responsabilidade do cliente ou desenvolvedor (depende do nível de contrato);
  • A loja não é sua e você não tem acesso aos códigos-fonte;
Além desses tópicos citados existem algumas diferenças que variam pelo tipo de negócio
Instalação com Aluguel da Licença de Uso:
  • Dependência do desenvolvedor proprietário;
  • Cada evolução é cobrada à parte;
  • Níveis de customização variados (depende do investimento e do modelo de negócio da desenvolvedora).

Aquisição da Licença de Uso
  • Sem mensalidade;
  • Dependência do desenvolvedor proprietário;
  • Cada evolução é cobrada à parte;

Aquisição do Código Fonte
  • Sem mensalidade;
  • A loja é sua e você tem acesso aos códigos-fontes;
  • Infra-estrutura de responsabilidade do cliente;
  • A evolução da loja pode ser feita com qualquer empresa;
  • Cada evolução é cobrada à parte;
  • Elevado nível de customização;
  • Modelo de grandes lojas virtuais como Submarino, Americanas, Netshoes, entre outros).

Open Source
  • Baixo custo;
  • Acesso público ao código-fonte (estudo do seu funcionamento);
  • Poucas empresas desenvolvedoras de porte optam por essa tecnologia;
  • Adaptação às necessidades específicas;
  • Compartilhamento de funcionalidades;
  • As plataformas diferem nos modelos de aquisições, funcionalidades e flexibilidade na evolução;
Nunca use a plataforma de e-commerce como responsável pelo controle de estoque, financeiro e tributário do E-commerce. Essa responsabilidade é do ERP.
Quando você adquire uma plataforma, você precisa pensar na segurança, pois uma brecha neste quesito significa possibilidades de grandes perdas;
Quando você compra uma plataforma não está recebendo somente tecnologia, mas também know-how da empresa desenvolvedora;
Segurança também envolve a questão de não armazenar os dados de cartão de credito dos clientes, a não ser que segam extremamente as normas e padrões internacionais de segurança;

Em um outro post neste blog “Como escolher uma plataforma” coloquei um check list básico do que uma plataforma deve conter.
Confiram #VamosJuntos

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Deixe aqui a sua opinião.

Conto sempre com a sua visita e participação.

Lucilene de Sá